Uma das principais preocupações de quem vai pedir empréstimo para comprar imóvel são as tarifas bancárias. E não é pra menos, pois algumas dessas taxas, como os juros, são cobradas mensalmente pelos bancos, até a quitação do financiamento, e aumentam seu custo total.

A boa notícia é que o Banco Central manteve a taxa básica de juros (Selic) em 2% ao ano, o menor patamar desde o início da série histórica, em 1996. Consequentemente, os bancos vêm anunciando taxas de juros cada vez mais baixas no crédito imobiliário.

No entanto, os juros são apenas uma das tarifas de banco para imóveis financiados. Por isso se você está pensando em pedir empréstimo, vamos te ajudar a saber exatamente o que será cobrado por ele.

Neste post você aprenderá:

Quais são as tarifas bancárias para financiamento de imóvel?

Caso aprove seu crédito, o banco irá cobrar algumas tarifas para formalizar o contrato de financiamento imobiliário. Essas taxas variam de instituição para instituição e, algumas vezes, dependem do grau de relacionamento do cliente.

Uma das tarifas de financiamento comum a todos os bancos é a taxa de administração para cobranças e boletos. Embora não esteja tabelada, normalmente costuma custar cerca de R$ 25 ao mês.

Além disso, você precisará arcar com despesas relacionadas com:

  • Avaliação do imóvel;
  • Análise jurídica e documental;
  • Seguros.

Um dos seguros obrigatórios é o de Morte ou Invalidez Permanente (MIP), cujo valor varia de acordo com sua idade e condições de saúde. Essa tarifa é cobrada para garantir que o saldo devedor seja quitado caso você morra ou fique permanentemente inválido.

O outro seguro se refere aos Danos Físicos do Imóvel (DFI). Nesse caso, a cobrança é feita para cobrir prejuízos causados ao imóvel por fatores externos ou eventos naturais, como incêndios, enchentes ou desmoronamentos.

Vale lembrar que os bancos têm a obrigação de informar cada uma dessas cobranças. Por isso, as tarifas devem estar expostas em tabelas nos canais de atendimento da instituição, em locais de fácil visualização.

Além disso, é expressamente proibida a cobrança de taxas que não estejam previamente estipuladas na tabela de tarifas. Em caso de cobrança indevida, você deve entrar em contato com o Banco Central.

Quais são as tarifas de financiamento dos 5 maiores bancos do Brasil

Além das taxas descritas acima, é claro que não podemos deixar de falar da grande preocupação de quem contrata um financiamento de imóvel. Hora de falar das temidas taxas de juros e como elas estão sendo aplicadas pelos bancos.

O site Investnews entrou em contato com os cinco maiores bancos do país no último mês de julho para consultar as taxas de financiamento imobiliário. O resultado você confere no quadro abaixo:

tarifas bancárias

Como mostrado na tabela, a maioria das opções de financiamentos tem os juros indexados à Taxa Referencial (TR). Mas também é possível encontrar modalidades atrelada ao IPCA, medida oficial da inflação calculada pelo IBGE, e com o crédito pré-fixado.

Para saber mais sobre como os bancos fazem essa cobrança, recomendamos a leitura do post Taxa de juros prefixada ou pós-fixada: como pagar menos no financiamento?

No entanto, como vimos no tópico anterior, os juros não são as únicas taxas cobradas pelos bancos para liberar o crédito. E aqui vai uma pergunta importante: você sabe o que é CET?

Essa é a sigla para Custo Efetivo Total e é ela que você deve buscar nos contratos para saber quanto realmente vai custar o financiamento. Afinal de contas, é no CET que estarão incluídas as taxas de administração, avaliação de imóvel e seguros que mencionamos anteriormente. 

A diferença entre taxa de juros e CET

A importância de saber a diferença entre o valor da taxa de juros e o CET de um financiamento é bem simples: proteger o seu bolso. Muitas vezes somos atraídos por um anúncio prometendo juros baixos, mas isso nem sempre é vantajoso na prática.

De acordo com o Valor Investe, a diferença entre a taxa anunciada e a praticada na realidade pode chegar a R$ 97 mil, em um financiamento de R$ 400 mil por 30 anos. A variação acontece porque nem todos os clientes preenchem os requisitos para conseguir as melhores tarifas.

Além da diferença no valor dos juros praticados, temos o CET, que também possui particularidades. Algumas das suas tarifas são fixas, como o custo de avaliação do imóvel e a taxa de R$ 25, enquanto outras são variáveis, como a TR e o valor da apólice de seguro.

A simulação feita pelo Valor Investe mostra que a diferença entre a taxa de juros mínima anunciada e o CET pode ser de até 1,73 ponto percentual em alguns casos. O que confirma a necessidade de conhecer bem a tarifas bancárias e compará-las para não ficar no prejuízo.

Como comparar o valor de empréstimo nos principais bancos de uma só vez?

Sabendo dessas informações, você deve estar se preparando agora para entrar nos sites dos bancos e fazer simulações de empréstimo, uma a uma, para saber qual é mais vantajosa. Pois saiba que não é mais necessário passar por esse longo e burocrático processo.

Com a assessoria da Kzas, você não precisa mais ir de banco em banco para saber o valor do financiamento. Nossa plataforma de financiamento é multibancos e tem parcerias com instituições como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú e Santander.

Com a Kzas Krédito, você só precisa preencher um formulário online para simular seu empréstimo nos principais bancos do Brasil de forma simultânea. Além disso, com base nas suas informações de renda, terá seu potencial de crédito avaliado em até 24 horas.

E o melhor é que a Kzas vai bem além da simulação. Com nossa plataforma, você poderá financiar até 90% do valor do imóvel e pagar em até 35 anos. 

Além disso, é possível compor renda com mais pessoas e, dependendo das condições, utilizar seu FGTS como entrada. Para saber mais sobre essas vantagens, confira o vídeo abaixo:

 

Se você está procurando um imóvel para comprar, confira essas oportunidades:

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre tarifas bancárias ou sobre como financiar seu imóvel com a Kzas, use nossa seção de comentários. Se preferir, também estamos prontos para ajudá-lo em nossas redes sociais: LinkedIn, Instagram e Facebook.