Comprar um imóvel, investir em um novo negócio ou fazer uma reforma em casa: esses são alguns dos principais sonhos de muitos brasileiros. Mas, para alcançar esse objetivo muitas vezes é necessário recorrer a algumas alternativas que o mercado oferece, como o empréstimo com garantia de imóvel.

Se você já ouviu falar sobre hipoteca, então já tem uma ideia de como funciona o financiamento com garantia de imóvel. Mas é importante deixar claro que há diferença entre esses recursos.

Apesar de ser uma opção menos recorrente no Brasil, o financiamento com garantia de imóvel pode ser uma boa escolha. No entanto, como em qualquer outra modalidade de empréstimo, é preciso pesquisar, entender as suas vantagens, riscos e quem pode optar por ela.

Para te ajudar nessa pesquisa, confira o que você vai encontrar neste conteúdo:

O que é e como funciona o empréstimo com garantia?

O empréstimo com garantia é um tipo de contrato no qual o cliente oferece um bem material como validação de pagamento. 

Essa garantia, por sua vez, existe para resguardar a instituição financeira de prejuízos no caso de inadimplência, já que eles podem realizar a venda do bem em questão para quitar a dívida.

Dessa forma, quando essa opção é escolhida os bancos oferecem taxas de juros mais baixas e até prazos maiores para o pagamento da dívida. Isso porque os riscos para quem está oferecendo o empréstimo é menor.

A ideia do empréstimo com garantia é que o cliente cumpra os prazos de pagamento para não correr o risco de perder o bem que garantiu o acordo.

Apesar de ser ainda pouco utilizado no Brasil, o crédito com garantia de imóvel vem crescendo. De acordo com um levantamento da Pontte, de maio à julho de 2020 houve um aumento de 600% em buscas e também em efetivações deste tipo de crédito, em comparação com 2019.

Quais tipos de bens são aceitos no empréstimo com garantia?

O bem mais comum colocado em oferta nesse tipo de contrato são os imóvel, o qual estamos tratando neste post. Entretanto, existem também outras possibilidade ainda menos utilizadas como moto, jóias e até mesmo o próprio salário. 

Empréstimo com garantia de imóvel x hipoteca: qual a diferença?

Apesar de bastante similares, o empréstimo com garantia de imóvel e a hipoteca têm as suas diferenças.

No empréstimo com garantia, o credor fica com a propriedade do imóvel pelo tempo do contrato, podendo reivindicar a posse em cartório em caso de inadimplência.

Enquanto no caso da hipoteca, o credor precisará de uma ação judicial para confiscar o imóvel se houver falta de pagamento do empréstimo.

Sendo assim, entre as duas opções, a mais segura e vantajosa para as duas partes é o empréstimo com garantia, uma vez que nessa situação os juros passam a ser menores para o cliente e a segurança maior para o credor.

Quem pode fazer um empréstimo com garantia de imóvel?

O empréstimo com garantia de imóvel, também conhecido como home equity, pode ser feito por maiores de 18 anos, sendo pessoa física ou jurídica, que tenha um imóvel próprio em seu nome.  

No entanto, antes de ter acesso ao crédito com garantia de imóvel o seu perfil será avaliado pelos próprios bancos ou pelas instituições credenciadas a eles.

Essa etapa costuma envolver um processo burocrático e que pode ser mais demorado que o esperado. A boa notícia é que hoje já existem outras alternativas para conseguir essa resposta de maneira mais rápida e transparente, como a Kzas.

Vale a pena fazer esse tipo de empréstimo?

Se você está precisando de crédito e quer fugir das altas taxas de juros, saiba que o empréstimo com garantia de imóvel oferece uma das menores taxas do mercado.

Quando um imóvel é colocado em garantia, as taxas de juros dos empréstimos giram em torno de 1% a 2% ao mês. Ou seja, chegam a ser menores do que cheque especial, crédito consignado ou pessoal. 

No entanto, é preciso se organizar financeiramente para cumprir com os pagamentos, afinal, há um imóvel em jogo.

Além disso, essa também é uma opção bastante atrativa quando o crédito esperado é um valor mais alto, como por exemplo para a finalidade de financiamento de um imóvel novo de valor menor, onde o objetivo é pagar à vista.

Apesar de ter suas vantagens, precisamos alertar para os riscos do crédito com garantia de imóvel, entre eles:

  • Não deve ser usado para tapar buracos no orçamento, é preciso ter um destino maior para o dinheiro;
  • Cobrança indevida de algumas empresas para a análise de crédito;
  • Baixa tolerância a atrasos e novos acordos;
  • Perda do imóvel como garantia.

Quando optar pelo empréstimo imobiliário?

Como citado anteriormente, o empréstimo com penhora de imóvel pode ser vantajoso por conta das suas taxas e prazo de pagamento. Entretanto, é possível dizer que existem situações ideais onde ele deve ser escolhido.

Como qualquer empréstimo, é comum que as pessoas o busquem com a intenção de quitar dívidas, devido à taxa de juros acessível. Entretanto essa não é a opção mais recomendada, já que com a falta de pagamento, a dívida pode se tornar uma verdadeira “bola de neve”.

Por outro lado, se o seu objetivo for investir em um negócio, por exemplo, essa é uma boa opção.

Antes de optar pelo empréstimo com garantia de imóvel, leve em consideração os seguintes pontos:

  • Prefira essa opção se você tiver mais de um imóvel;
  • Revise o planejamento e se organize financeiramente;
  • As parcelas do financiamento não devem ultrapassar 30% da sua renda;
  • Evite emprestar valores baixos;
  • Se atente a cada etapa do empréstimo, desde os riscos, até os custos com cartório.

Empréstimo com garantia de imóvel x Empréstimo para financiar imóvel

Financiar a casa própria é o sonho de muita gente. Felizmente, hoje em dia existem programas que podem ajudar a conquistar esse sonho mais facilmente, como o Minha Casa Minha Vida.

Entretanto, sobre o empréstimo com garantia de imóvel e o financiamento de imóvel, é preciso entender que eles não podem ser vinculados. Portanto, não é possível dar um imóvel de garantia para o financiamento de outro.

No entanto, quando o cliente opta pelo empréstimo com garantia de imóvel, ele recebe do banco o valor em sua conta, e aí sim pode optar pela compra direta de um imóvel por meio do valor recebido.

Como simular um empréstimo com garantia de imóvel?

Como qualquer modalidade de empréstimo, também é necessário simular o crédito com garantia de imóvel. 

Nesse momento você precisará ter em mãos uma lista de documentos, como:

  • RG;
  • CPF;
  • Certidão de nascimento ou de casamento;
  • Capa de IPTU;
  • Matrícula do imóvel;
  • Certidão negativa de débito;
  • Entre outros.

Normalmente, todo o processo de empréstimo com garantia de imóvel pode ser burocrático, até mesmo uma simples simulação. Por isso, cada vez mais as pessoas têm buscado outras opções para saber se podem ou não conseguir esse recurso.

Se você está buscando uma forma simples para simular um financiamento para comprar um imóvel, descubra o seu potencial de crédito com Kzas. Na Kzas você conhece as melhores opções de taxas e prazos para o seu financiamento, de forma simples e rápida, sem precisar horas e dias com idas ao banco.

Além disso, você também pode acompanhar em outros posts aqui do blog algumas dicas sobre financiamento de imóveis e outras das principais dúvidas. Confira!

Acesse também as nossas redes sociais para saber mais, tirar dúvidas e falar conosco: LinkedIn, Instagram e Facebook.