Atentos, os Assessores Kzas passaram a estudar seus mais novos clientes: aqueles que precisam remanejar sua rotina de trabalho, buscando o conforto do escritório em casa, em respeito aos procedimentos recomendados para a contenção da pandemia.

Mas, afinal, o que podemos esperar dos investimentos imobiliários no decorrer deste ano?

Saiba como comprar, vender e financiar um imóvel com a Kzas!


Sobre a transformação digital no setor

Segundo dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção Civil (CBIC), o mercado imobiliário deve crescer de 5% a 10% durante o ano, estimativa que tem atraído novos investidores ao setor, incluindo os desenvolvedores de softwares e aplicações. 

Essas empresas aparecem para preencher uma demanda das imobiliárias que passam a investir no trabalho remoto. Elas garantem que, mesmo à distância, seja possível manter o fluxo de trabalho, de maneira sistematizada.

A presença online das empresas do setor também cresceu, de modo a acompanhar a acelerada participação do consumidor nas redes.

Para além da gestão, que pode automatizar muitos de seus processos burocráticos, outras áreas das empresas se beneficiam do uso dessas novas tecnologias, como a área de vendas.

A novidade da visita virtual, ou tour virtual, possibilita que clientes, por meio de uma simulação, visitem o local de sua preferência. Também é possível ter uma visão 360 graus de todos os ambientes.

Esse novo formato acaba por reorganizar também a parte logística das visitas, já que não há mais necessidade de combinar um horário que funcione para todas as partes envolvidas, por exemplo. 

Além disso, os clientes também podem revisitar os imóveis quantas vezes forem necessárias, do conforto e segurança de suas casas.

Além de todas essas evoluções causadas pela pandemia, a Kzas torna todo processo de compra, venda e financiamento em uma forma muito mais fácil. Nossa plataforma te ajuda em todos os processos como simular seu crédito imobiliário nos principais bancos em 3 minutos, na compra do seu imóvel, você ganha 1% de cashback para utilizar no próprio imóvel ou até mesmo doar para a TETO Brasil. 


Vale a pena investir no setor em 2021?

Resta-nos compreender quais são as vantagens de quem opta por investir no mercado imobiliário enquanto enfrentamos uma das maiores crises sanitárias e políticas da história.

Para a SECOVI-SP, um dos mais conhecidos sindicatos imobiliários em toda a América Latina, a tendência é que até 2025 a demanda por novas moradias permaneça em crescimento.

Os investimentos imobiliários, além disso, se mantêm entre as mais confiáveis formas de aplicação financeira do mercado, destacando-se principalmente na geração de renda passiva.

Lembrando que, além do investimento financeiro, é importante dedicar um tempo para a elaboração de um bom planejamento, analisando sua tolerância aos riscos e gastos excedentes.

Entre as principais razões para o sucesso contínuo do setor está a segurança, já que imóveis não perdem seu valor facilmente, e a alta demanda habitacional, que se explica pelo déficit habitacional de mais de oito milhões de moradias no país.

Segundo dados do IBGE, 2020 teve um aumento populacional de 0,77% com relação ao ano anterior, valor que representa um acréscimo de aproximadamente 45 mil pessoas apenas no estado de São Paulo.

Confira mais sobre Perdizes! 

 

Sobre a diminuição histórica da taxa Selic

É essencial que você compreenda dois fatores: primeiro que a Selic influencia outras taxas de juros e segundo que ela é usada pelo governo para controlar a inflação. 

Logo, é importante se atentar à posição dos bancos com relação ao oferecimento de crédito. 

Quando a taxa aumenta, bancos costumam emprestar aos órgãos governamentais, que dão mais lucro. É quando a taxa diminui que eles recorrem aos consumidores.

Neste momento, oferecem a essas pessoas créditos mais acessíveis, já que dispõem de menos capital em caixa.

Hoje, a Selic apresenta a maior diminuição desde sua criação, com índice de 2%, segundo dados do Banco Central (BC) e do Comitê de Política Monetária (Copom).

Esse número histórico, resultado de cortes consecutivos feitos pelo Copom planejados para estimular a economia, tende a favorecer tanto o mercado imobiliário quanto seus novos investidores.

Confira mais sobre o Bairro Moema!


E quais são as expectativas para o mercado este ano?

Profissionais do ramo têm se mostrado otimistas quando questionados sobre os investimentos em novas tecnologias. Para eles, essas aplicações são capazes de conter a alta nos insumos para construções.

Entre elas, distinguem-se os drones e a robotização, que colaboram para a automatização de algumas práticas e para a prevenção de erros. O uso de energias renováveis também tem se destacado.

Outra novidade é a tecnologia chamada BIM, sigla para Modelagem de Informação da Construção. Trata-se de uma ferramenta que melhora o controle das obras ao gerenciar informações do ciclo de construção de um edifício, por exemplo.

Além disso, como mencionamos anteriormente, a disseminação da prática do home office aumentou a procura por imóveis maiores, com espaços de escritórios e áreas amplas que valorizam a convivência familiar.

Por fim, já é possível afirmar que o metro quadrado dos imóveis tem subido em algumas das regiões mais nobres de São Paulo. 

Pinheiros, Perdizes, Moema e Vila Mariana permanecem chamando a atenção das incorporadoras, com muitos lançamentos para os próximos semestres.  

Lembre-se de conferir nossos imóveis nessas e em outras regiões de São Paulo!